Seguidores

Mais Vaidosa

Parceria

Meu canal Youtube

Loading...

Fan Page

Parceria

Parceria
Visite o site!

Parceria

Parceria
Cristina Bellei Semi Jóias

Postagens populares

Visite a loja e boas compras!

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!

Seguir por Email

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.

Marcadores

acessórios. acessórios.parceria adesivo unha adriane galisteu AK Acessórios alimentação amor animal print aniversário aplique archy avon Avora Cosmeticos batom batom avon batom FENZZA batom natura bb cream bijoux Biocrema Bionatus Blogagem coletiva Bolsa Bora Colega Shop bota Butterfly Cosméticos cabelo cachecouer calça preta cardigã Casamento chocolate com compras coruja creme decoração Depilart Derma Nail Desejo do dia despedida Detox Dia das Crianças Dia dos pais dicas & truques esmalte esmalte 5cinco esmalte ana hickman esmalte aqualips Esmalte beauty color Esmalte Bellatriz esmalte boticário Esmalte Color Trend Avon Esmalte Colorama esmalte cora esmalte craquelado esmalte craquelado Big Universo Esmalte delírio esmalte Derma Nail esmalte Dote Esmalte Elke Esmalte Essie esmalte extase esmalte fina flor esmalte gotcha Esmalte Hits Esmalte Impala Esmalte Impala SPFW esmalte importado esmalte Jequiti Esmalte L'apogée Esmalte Ludurana esmalte maybelline esmalte merheje esmalte minnie mouse esmalte mohda Esmalte Monster high esmalte Nail Plus Esmalte Novo Toque esmalte Panvel esmalte Passe Nati Esmalte Q-tock Esmalte Realce Esmalte Risqué Esmalte Safira Esmalte Sancion Angel Esmalte Sinful Colors esmalte super pérola esmalte top beauty Esmaltes Esmaltes Ella esmaltes HITS Esmaltes M esmaltes Passe Nati Esmaltes Toque final família favoritos Festa Flocados floral franjas gola peter pan gota suave hidratante inverno jaqueta aviador jeans jequiti Kate Middleton Kert Cosméticos lacinho Laise lente de contato lip listras livro Lokenzzi Lola Cosmetics look look de domingo look dia Look do dia look's looks mãe maquiagem marmorizado mart of china Mary Kay máscara maybelline Maternidade meias Midori Profissional mimos missoni Moda Moda Plus Size Nail art Océane Femme Oceanic Oncismo Outubro rosa Parceria pele peliculas perfume pied de poule pincéis poá presentes Produto Infantil progressiva protetor labial Reflexões Resenha Risqué roupas sabonete sapatilha sapato sapatos secrets professional selinho Smart Life Sophia sorteio splatt t-shirts Tag Timolico tubinho tweed unha Unha Inglesinha vestido vestidos wolare cosméticos xadrez youtube

CBBlogers

Eu Sou do CBBlogers

Total de visualizações de página

Pesquise aqui!

Carregando...

Mania de blogar

Mania de blogar
15 de dezembro de 2010

...Desistir dos sonhos é abrir mão da felicidade porque quem não persegue seus objetivos esta condenado a fracassar 100% das vezes...

Augusto Cury


Me sinto muito feliz por estar realizando um sonho antigo que é estudar Psicologia, muito feliz por não ter desistido de sonhar!

Hj foi um dia muito especial, pq finalmente me matriculei no Curso de Psicologia da Univali.
Depois de achar que não havia passado no vestibular e por um momento duvidar que eu pudesse realizar esse sonho, finalmente posso GRITAR bem alto que serei Psicóloga!

Doida que chegue dia 23/02 meu 1º dia de aula!

:D
12 de dezembro de 2010
Não consigo ficar muito tempo, sem mudar a cor do cabelo e o bichinho tava com as luzes desbotada.
Escureci um pouco pq em breve quero refazer as luzes e com a cor uniforme,o resultado melhor.
Não posso ficar com ele escuro pq estou cheia de cabelos brancos :/ então luzes é a melhor maneira de abafar os terríveis cabelos brancos!
Aí vai as fotinhos...






29 de novembro de 2010



Ando sentindo saudades de tantas coisas, pessoas, lugares...isso dói tanto!
Vivendo nessa cidadezinha chata, só tem piorado ainda mais!

Postando esse texto que eu gosto...ele fala por mim!


SAUDADE
Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!

Vinícius de Moraes
15 de novembro de 2010

Ser mãe exige entre tantas coisas, a maior de todas as virtudes..PACIÊNCIA!

Lentamente Sophia tem me ensinado sobre isso...posso não ser a melhor mãe do mundo (ainda), mas certamente o Senhor conhece meu coração e pode me julgar com misericórdia e justiça,quanto a isso!
Um dia eu perguntei ao Senhor: Como eu podia ser mais paciente e o Senhor enviou a resposta..Sophia!
Estou aprendendo devagar..dia após dia!
Hoje a vida não me permite fazer muitas escolhas..o tempo é dela...não posso me da ao luxo de sentar à mesa e comer tranquilamente, muitas vezes preciso segurar a vontade de ir ao banheiro pq ela está no meu colo sendo ninada,passo da hora de comer...o estômago dói muito, mas assim é..quem disse que paciência se conquista de maneira fácil?

Eu estou aprendendo..juro que estou!
E não tem sido fácil, mas o Senhor me enviou a terra como mulher...me deu o dom de ser mãe e se Ele assim quis , é pq eu POSSO e CONSIGO!
De quebra eu ainda ganhei um brinde no pós parto a famosa DPP (depressão pós parto), mas se eu não morri até agora rsrrsr ,é pq eu vou vencer qualquer obstáculo!

Ser mãe é um grande desafio...esse post não é uma reclamação ok?
Eu gosto de desabafar pq senão eu piroooooo e meu blog é o lugar onde eu escrevo o que sinto e penso a respeito de vários assuntos!
Me sinto mais leve depois de fazer isso...é bom pra minha alma!
26 de outubro de 2010
Nokia Brasil - Desafio Sociometro
6 de setembro de 2010



Cabelo "amarelo" dá um trabalhoooooooo e tava muito feio tmb kkkkk agora sou morena outra vez!
Um dia ainda vou ganhar muito $$$ e comprar 3 perucas pra acabar com esse dilema!

Ganhei alguns cabelos brancos depois que fui mãe PQ SERÁ HEIM? kkkkkk
10 de agosto de 2010

Eu sempre gostei muito de pensar...refletir...isso me ajuda a exorcizar meus medos, os fantasmas de dentro da alma, minhas dores, dúvidas, etc...
E depois que me tornei mãe..penso mais ainda, pq será heim? rsrsrrs

Tenho pensado muito sobre minha verdadeira vocação na vida...

Nunca fiz faculdade justamente por ter muitasssssssss dúvidas sobre o que eu queria ser...na verdade no colegial eu dizia que iria ser jornalista, até que o TEATRO entrou na minha vida ainda nos tempos de escola e com 15 anos eu entrei num grupo de Teatro amador e descobri minha verdadeira vocação "SER ATRIZ" e num que eu era boa nisso rsrssrssr me sentia realizada no palco, e isso foi amadurecendo dentro de mim até chegar ao ponto de querer me mudar pra o Rio de Janeiro pra cursar o famoso curso do Teatro Tablado..masssssssss com 18 anos a vida deu um giro de 360°...me filiei a Igreja e "acabou o meu sonho ou a tal vocação"...massss isso rende outro post!

Fui pra missão e quando voltei fui fazer magistério...achei que queria ser professora (LOUCAAAAAAAA), cheguei a lecionar numa turma de 2ª série e depois que meu contrato com a prefeitura encerrou, tentei o concurso público mas não passei e DESISTI pq vi que aquela não era minha praia!
Podia ter continuado e como a maioria das minhas colegas de curso ter cursado pedagogia,mas pra que? Só pra agradar minha mãe ou pra mostar status de que eu era uma universitária? NÃOOOOO...jamais faria isso pra agradar os outros,preferia continuar com o meu 2º grau apenas do que passar anos numa faculdade e me sentir vazia no final!

VOCAÇÃO ou vc tem ou não adianta forçar a barra...é igual aquela historinha do pai médico que quer, que o seu filho tmb seja médico pra dar continuidade, quando na verdade o filho queria mesmo era ser Piloto de avião...aí ele faz o que o papai quer e odeiaaaaaa a profissão o que significa dizer e não precisa ser muito inteligente pra perceber que ele será um péssimo médico!
Isso acontece muito mais do que podemos imaginar...o que tem de profissional ruim pq não ama o que faz é ABSURDO!
Vc precisa ter vocação ou então será um fiasco..seja lá o que vc for fazer!

Hoje eu penso que a Psicologia me fascina e no final desse ano devo tentar o vestibular e quem sabe em 2011 retomar os estudos, quero fazer uma faculdade por satisfação pessoal e pq eese curso realmente me atrai, descobri isso depois que casei rsrsrsssr

Até pra ser mãe vc precisa ter vocação...eu descobri que não tenho muito instinto maternal, por essa razão ter o 2º filho é algo que não está nos meus planos!
O que tem de mãe ruim por aí...pq se enche de filho e joga na mão dos outros...cuidar que é bom não cuida!
Conheço um monte asssim...pq elas agem assim? Falta vocação..aquela coisa do EU NASCI PARA SER MÃE!
Eu amo minha filha e cuido dela sozinha pq mesmo não tendo todo aquele jeitooo pra coisa, eu sei que é minha obrigação e dever educa-la e estar perto!
Não quero babá...eu sou a mãe e eu tenho que criar e vencer os desafios da maternidade sozinha!

Massss isso tmb rende outro post...

È isso aí gente..vocação é um trem que vc tem ou não tem!
25 de junho de 2010



Não ligo muito pra futebol não....e mal assito os jogos do Brasil, só presto atenção na hora do gol!

O que nem aconteceu hj...

Massss tirar fotos eu adorooooooo kkkkkk e aproveito a ocasião pra registrar esse momento em família!

Essa é a 1ª copa que eu tiro fotinhos :] e agora com a Lolô mais um bom motivo pra clicar!

Bjoooooooo
24 de junho de 2010

Tudo começou aos 6 meses quando ela já ficava de pé,super equilibrada...e cada dia foi ficando mais esperta e com 7 meses já ensaiou os primeiros passinhos apoiada nos móveis, no 8 mês ela já ia de um canto a outro e no final do 8º mês ela finalmente soltou o corpo e foi embora kkkkkkkkkkkkk agora ela não quer saber de outra coisa...só andar, andar e andar!

Eu vivo correndo, correndo e correndo kkkkkkkkkkkkkkkk

Ela já teve seu 1º galo e vira e mexe tem alguma manchinha roxa nas perninhas, fruto de muitas quedas e haja coraçãoooooo!
12 de junho de 2010

Você tem Cheiro de que?




Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri...

Ao lado delas a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso, numa tarde extensa, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça,lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce, da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro...

Tem gente que tem o cheiro das estrelas que o Criador acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra. Ao lado delas a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza. Ao lado delas a gente se sente visitando um lugar feito de alegria. Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso Panda. Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar.

Ao lado delas a gente lembra que no instante em que rimos, uma grande paz toma conta de nós. E a gente ri grande que nem menino arteiro.


(Autor Desconhecido)
7 de junho de 2010

Filha querida,

Queria te falar hoje o quuanto eu te amo, o quanto você é querida e como esse teu sorriso me faz bem!
Sei que você pode me ouvir e não vejo a hora de te ver falando e também ouvir de você o quanto tu me amas, embora eu possa sentir isso no teu olhar ao sorrir pra mim, ao me estender os teus bracinhos ou deitar sua cabecinha no meu colo...
Sei que esse amo é puro, verdadeiro e eterno!
Ás vezes, ainda tenho muito medo e insegurança ao lidar com você, mas saiba que em cada erro meu , eu estou me esforçando pra ser a melhor mãe do mundo pra você!
Quero que você cresça e sinta meu amor em todos os momentos, que me entenda quando for preciso, da mesma forma buscarei entender suas dúvidas, medos e anseios.
Meu coração está transbordando de amor...
Obrigada por você existir!
Tenho aprendido com você a ser mãe...a vencer meus desafios mais difícies, a ser menos egoísta e paciente!
Você é minha luz...acho que se não fosse esse teu sorriso me acalentando a alma, tudo seria mais difícil!
Mas você está aqui e só depende de mim, fazer o meu melhor e um dia poder ouvir você me dizer que eu sou a melhor mãe do mundo!

Te amo infinitamente!

Mamãe
6 de junho de 2010

Todos os dias eu costumo passar o dedo na gengiva da Sophia e hj senti a serrinha :] ehhhhhhhhhhhhhhh estão rasgando 2 dentinhos! Por isso a bichiha tá chatinha e abusada com tudo e sem querer comer! Quando ela deixar kkkkk eu tiro fotos! O vídeo do último post falhou...vou postar um outro onde ela aprendeu a levantar sozinha do chão :] Mãe é tudo abestalhada né? kkkkkkkkkk tô babonaaaaaa!
4 de junho de 2010
Minha menininha agora está super mega ultra hiper elétrica kkkkkkk tudo isso pq andar tem sido sua nova conquista! Ela já havia ensaiado uns passinhos anteriormente, mas agora ela já se sente segura e acha que pode sair correndo...incrível! Tenho pensado muito sobre a velocidade do tempo e como as crianças são espertas hoje em dia! Sophia é uma criança com bastante energia e aprendo com ela a cada dia! O vídeo a seguir mostra um pouco do que ela faz com 8 meses :]


http://www.youtube.com/watch?v=oE5Z7Lmf_0M
2 de junho de 2010

Ás vezes penso que gostaria de ter nascido homem...é tão mais prático ser homem!

Posso até me perder nas palavras e escrever bobagens, mas vou falar apenas o que sinto, como costumo fazer.
Ontem por exemplo...estive no "maldito" tal de Ginecologista e vamos combinar, tem coisa mais constrangedora? Eu sinceramnete não consigo encontrar...
Isso pode parecer simples pa muitas mulheres, mas eu acho um tédiooooooo e só fui lá pq meu amadissímoooooooo esposo marcou essa consulta, pq por mim não iria NUNCAAAAAAAAAAA!


Tá bom...fora essa parte que eu citei, homens não sofrem com um monte de coisas:

TPM (eu viro o cão chupando manga) e vc?
Cólicas (já quase morri com isso, ainda bem que depois da pílula passou.)
Fazer xixi sentada...homens podem fazer em pé :]

Homens nunca saberão o que é carregar por 9 meses um bebê e depois quase morrer de dor pra parir ( bem como eu fiz césarea, não morri de dor), mas foi difícil a jornada dos 9 meses e portanto não quero repetir a experiência!
Quem quiser ver um parto normal...joga no youtube e BOA SORTE!

Depressão pós parto então? AFFFFFFFFFFFFFFFFFFF é cruel depois de tudo que uma mulher passa, ainda ter que aguentar um trem ruim desse...eu sei o que é isso!

Fora que mulher precisa de mil truques de beleza pra se sentir linda e os homens cobram isso sim!
Haja chapinha, maquiagem,um belo salto( que dói pra caramba o pé),e etc...
Homens não precisam de muita coisa...ficam prontos em 15 minutos e pra irritar costuma nos apressar!

Só de pensar em tudo que mulher precisa fazer e homen não, eu até cansei...e sinceramente vou encerrar esse post, pq senão a lista não vai terminar nuncaaaaaaaaaaa!

PESSIMISTA EUUUUUU?
De jeito nenhum...essa é a dura e "DOCE" (será??????????) realidade de uma mulher!
5 de maio de 2010

Muito bom relembrar a emoção dese dia e saber que o amor só tem crescido com o passar dos anos!

Ele é o melhor marido do mundo!

Sou tão grata por sua dedicação e amor... a vida é muito melhor com vc ao meu lado!

TE AMO!
4 de maio de 2010

A missão de ser mãe quase sempre começa com alguns meses de muito enjôo, seguido por anseios incontroláveis por comidas estranhas, aumento de peso, dores na coluna, o aprimoramento da arte de arrumar travesseiros preenchendo, espaços entre o volume da barriga e o resto da cama.

Ser mãe é não esquecer a emoção do primeiro movimento do bebezinho dentro da barriga; o instante maravilhoso em que ele se materializou ante os seus olhos, a boquinha sugando o leite, com vontade, e o primeiro sorriso de reconhecimento.
Ser mãe é ficar noites sem dormir, é sofrer com as cólicas do bebê e se angustiar com os choros inexplicáveis: será dor de ouvido, fralda molhada, fome, desejo de colo?
É a inquietação com os resfriados, pânico com a ameaça de pneumonia, coração partido com a tristeza causada pela morte do bichinho de estimação do pequerrucho.
Ser mãe é ajudar o filho a largar a chupeta e a mamadeira. É leva-lo para a escola e segurar suas mãos na hora da vacina.
Ser mãe é se deslumbrar em ver o filho se revelando em suas características únicas, é observar suas descobertas. Sentir sua mãozinha procurando a proteção da sua, o corpinho se aconchegando debaixo dos cobertores.
É assistir aos avanços, sorrir com as vitórias e ampara-los nas pequenas derrotas. É ouvir as confidências.
Ser mãe é ler sobre uma tragédia no jornal e se perguntar: “e se tivesse sido meu filho?”
E quando vir fotos de crianças famintas, se perguntar se pode haver dor maior do que ver um filho morrer de fome.
Ser mãe é descobrir que se pode amar ainda mais um homem ao vê-lo passar talco, cuidadosamente, no bebê ou ao observa-lo sentado no chão, brincando com o filho. É se apaixonar de novo pelo marido, mas por razões que antes de ser mãe consideraria muito pouco românticas.
É sentir-se invadir de felicidade ante o milagre que é uma criança dando seus primeiros passos, conseguindo expressar toscamente em palavras seus sentimentos, juntando as letras numa frase.
Ser mãe é se inundar de alegria ao ouvir uma gargalha gostosa, ao ver o filho acertando a bola no gol ou mergulhando corajosamente do trampolim mais alto.
Ser mãe é descobrir que, por mais sofisticada que se possa ser, por mais elegante, um grito aflito de “mamãe” a faz derrubar o suflê ou o cristal mais fino, sem a menor hesitação.
Ser mãe é descobrir que sua vida tem menos valor depois que chega o bebê. Que se deseja sacrificar a vida para poupar a do filho, mas ao mesmo tempo deseja viver mais – não para realizar os seus sonhos, mas para ver a criança realizar os dela.
É ouvir o filho falar da primeira namorada, da primeira decepção e quase morrer de apreensão na primeira vez que ele se aventurar ao volante de um carro.
É ficar acordada de noite, imaginando mil coisas, até ouvir o barulho da chave na fechadura da porta e os passos do jovem, ecoando portas adentro do lar.
Finalmente, é se inundar de gratidão por tudo que se recebe e se aprende com o filho, pelo crescimento que ele proporciona, pela alegria profunda que ele dá.
Ser mãe é aguardar o momento de ser avó, para renovar as etapas da emoção, numa dimensão diferente de doçura e entendimento.
É estreitar nos braços o filho do filho e descobrir no rostinho minúsculo, os traços maravilhosos do bem mais precioso que lhe foi confiado ao coração: um espírito imortal vestido nas carnes de seu filho.
A maternidade é uma dádiva. Ajudar um pequenino a desenvolver-se e a descobrir-se, tornando-se um adulto digno, é responsabilidade que Deus confere ao coração da mulher que se transforma em mãe.
E toda mulher que se permite ser mãe, da sua ou da carne alheia, descobre que o filho que depende do seu amor e da segurança que ela transmite, é o melhor presente que Deus lhe deu


Achei esse texto interessante e quis compartilhar...

Bjooooooo
8 de abril de 2010






Queria que o dia tivesse 48 horas e que eu tivesse a energia da Sophia...pense numa menina viradaaaaaaaaaa kkkkkkkk ..é ela não para, só rindo pra não chorar kkkk

Fiquei sumida do blog, primeiro por falta de tempo, aí veio mudança de casa e aquela bagunça e fora que Sophia consome todo meu tempo.
Devagar tô conseguindo colocar a casa em ordem...viajo semana que vem pra terrinha e a bagunça pelo visto só terá fim depois que voltar da viagem!

Sophia está cada dia mais esperta, todos os dias ela apresenta uma novidade e por aí vai...por conta do cansaço e do peso dela , terminei me rendendo ao tal do andador e pelo visto ela amou e meus braços e coluna agradecem!
Não queria comprar o tal andador pq acho um trem desnecessário e que de certa forma "força" um processo natural , masssss muitos dos meus conceitos mudaram depois de ter um filho...já não penso como antes e além do que Sophia não quer saber de outra coisa a não ser ficar de pé e pelo visto ela vai andar antes mesmo de falar mamãe rsrsrss pq o negócio dela é ser a INDEPENDENTE!
Ela é totalmente pra frentex :]

Eu tô no processo da DPP ainda..tem dias que acho que vou pirar, e só sinto vontade de sumir, sei lá quando isso vai passar, por enquanto vou levando como dá e boa sorte para mim!

Aos poucos vou blogando e att as novidades!

Bjãoooooooooo em todos que me visitam aqui!
3 de março de 2010


Ontem chegou caixinha da vovó...muitos presentinhos pra netinha e pra filhinha tmb :]

Ficou linda nesse modelito!

Mas eu sou suspeita pra falar rsrsrs


Gente muitooooo obrigada meninas pela força...com certeza ficarei ótima muito em breve...
O remédio tá me deixando mais calma..me sinto menos tensa e isso já tem me ajudado muito!


Bjosssss
1 de março de 2010
Queria muito agradecer as pessoas que mesmo distante de alguma forma tem me ajudado com palavras de conforto, orações e disposição pra me ouvir!

Passar por um momento difícil como esse, estando longe de família e amigos, tornam as coisas de certa forma mais difícieis, mas não posso deixar de demonstrar ainda assim minha gratidão aos amigos que estão longe mas certamente perto do coração!

Obrigada Cynthia, Kika, Zu, e tantas outras pessoas, especialmente meu esposo por me ajudar com palavras, carinho e amizade!

Eu gostaria de dizer que eu estou indo bem...estar com DPP não quer dizer que passo meus dias deitada numa cama chorando,até pq Sophia nem deixa rsrsrs mas o que acontece é que eu tenho picos de humor que vão desde alegria até desânimo total...tem dias que estou extremamente irritada, querendo ficar só e não posso pq eu tenho minha bebê pra cuidar, daí eu queria ter minha mãe por perto pra me socorrer mas tmb não dá, aí eu choro... depois passa e de repente a Sophia abre um sorriso pra mim e isso me enche de alegria, aí eu choro me sentindo culpada por muitas vezes pensar bobagens e assim é...um caldeirão de sentimentos que se misturam entre raiva, culpa, tristeza, alegria, medo e algumas vezes vontade de dormir e não acordar nunca mais!
Mas eu realmente acredito que isso vai passar, que logo vou poder dividir essa alegria de poder falar que estou 100% só não digo que estarei pronta pra outra pq não penso num 2º filho,mas enfim...

Sinto que o remédio já tá surtindo algum efeito, me sinto menos ansiosa e isso já ajuda muitoooo!

Mais uma vez obrigada sempre pelas palavras de carinho e amizade!

Bjos
27 de fevereiro de 2010

Por que mulheres têm depressão pós-parto ?

Ter um filho pode ser um dos momentos mais felizes para a mulher. Ainda que a vida com um novo bebê seja excitante e recompensadora, as vezes também pode ser difícil e estressante. Acontecem várias mudanças físicas e emocionais na mulher quando ela está grávida e depois de ter o bebê. Essas mudanças podem deixar as mães tristes, ansiosas, confusas ou com medo (tristeza materna). Para muitas mulheres esses sentimentos vão embora rápido. Mas quando eles permanecem, ou ficam piores, a mulher pode ter depressão pós-parto, uma condição séria que requer tratamento médico imediato.

O que é depressão pós-parto ?

Depressão pós-parto é uma condição que engloba uma variedade de mudanças físicas e emocionais que muitas mulheres têm depois dar à luz. Depressão pós-parto pode ser tratada com medicamentos e psicoterapia. Converse com seu médico assim que achar que tem depressão pós-parto.

Há três tipos de depressão pós-parto:

A tristeza materna
acontece em muitas mulheres nos dias seguintes ao nascimento do bebê. A mãe pode ter mudanças súbitas de humor, como sentir-se muito feliz e depois muito triste. Ela pode chorar sem nenhuma razão e ficar impaciente, irritada, agoniada, ansiosa, solitária e triste. A tristeza materna pode durar apenas algumas horas ou até 1 ou 2 semanas depois do parto. Tristeza materna nem sempre requer tratamento médico. Geralmente ajuda entrar em um grupo de suporte ou conversar com outras mães.

Depressão pós-parto pode acontecer por alguns dias até meses depois do parto de qualquer bebê, não só do primeiro. A mulher pode ter sentimentos similares ao da tristeza materna - tristeza, ansiedade, irritabilidade - porém são muito mais fortes. Depressão pós-parto geralmente impede a mulher de fazer coisas que precisa no dia-a-dia. Quando a vida normal da mulher é afetada, é um sinal certo que ela deve procurar logo um médico. Se a mulher não obtiver tratamento para a depressão pós-parto, os sintomas podem piorar e durar até um ano. Ainda que a depressão pós-parto seja uma condição séria, pode ser tratada com medicamentos e psicoterapia.

Psicose pós-parto é uma doença mental muito séria. Ela pode acontecer rapidamente, geralmente nos três primeiros meses depois do parto. A mulher pode perder contato com a realidade, geralmente tendo alucinações sonoras. Alucinações visuais são menos comuns. Outros sintomas incluem insônia, agitação, raiva, e comportamento e sentimentos estranhos. Mulheres que sofrem de psicose pós-parto precisam de tratamento imediato e quase sempre necessitam de medicamentos. Algumas vezes a mulher é internada em hospital porque está sob o risco de machucar os outros e a si mesma.



Quais são os sintomas da depressão pós-parto?


Os sintomas da depressão pós-parto podem incluir:

Sentir-se inquieta ou irritada.

Sentir tristeza, depressão ou chorar muito.

Falta de energia.

Ter dor de cabeça, dor no peito, palpitações no coração, falta de sensibilidade ou hiperventilação (respiração rápida e superficial).

Não ser capaz de dormir, muito cansaço, ou ambos.

Perda de peso e não ser capaz de comer.

Comer demais e ganho de peso.

Problema de concentração, falta de memória e dificuldade de tomar decisões.

Ficar exageradamente preocupada com o bebê.

Sentimento de culpa e inutilidade.

Ficar com medo de machucar o bebê ou a si mesma.

Falta de interesse em atividades prazerosas, incluindo o sexo.

A mulher pode ficar ansiosa depois do parto mas não ter depressão pós-parto. Ela pode ter o que é chamado de ansiedade pós-parto ou desordem de pânico. Os sintomas dessa condição incluem forte ansiedade e medo, respiração rápida, batimento cardíaco acelerado, acessos de calor ou frio, dor o peito, tremedeira e tontura. Procure seu médico imediatamente caso tenha algum desses sintomas. Medicamentos e psicoterapia podem ser usados para tratar a ansiedade pós-parto.

Quem está sob risco de ter depressão pós-parto?
Depressão pós-parto afeta mulheres de todas as idades, classes sociais e etnias. Qualquer mulher que está grávida, teve bebê nos últimos meses, sofreu aborto ou recentemente parou de amamentar, pode desenvolver a depressão pós-parto. A quantidade de filhos que uma mulher tem não afeta as chances dela desenvolver depressão pós-parto. Estudos mostram que mulheres que tiveram problema de depressão têm maior risco de desenvolver a depressão pós-parto.

O que causa a depressão pós-parto?

Não sabe-se ao certo o que causa a depressão pós-parto. Mudanças hormonais no corpo da mulher podem disparar os sintomas. Durante a gravidez a quantidade dos hormônios estrogênio e progesterona aumenta bastante. Nas primeiras 24 horas após o parto a quantidade desses hormônios baixa rapidamente e continua a cair até a quantidade anterior à gravidez. Pesquisadores acreditam que essas mudanças hormonais possam ocasionar a depressão, já que pequenas alterações nos níveis de hormônios podem afetar o humor da mulher antes da menstruação.

Os níveis de tireóide também baixam bastante depois do parto. Níveis baixos de tireóide podem causar sintomas que podem ser sentidos como depressão: mudanças de humor, fadiga, agitação, insônia e ansiedade. Um simples teste de tireóide pode dizer se esta condição está causando a depressão pós-parto. Em caso positivo, o médico pode receitar medicamentos para a tireóide.

Outros fatores que podem contribuir para a depressão pós-parto são: Sentir cansada depois do parto, padrão de sono irregular e falta de descanso suficiente geralmente impedem que a mãe recupere sua força total por semanas, especialmente se ela tiver sofrido cesariana.

Sentir super-ocupada com um novo bebê para cuidar e duvidar da sua capacidade de ser uma boa mãe.

Sentir estresse em virtude das mudanças na rotina de casa e do trabalho. Algumas vezes a mulher pensa que deve ser uma "super-mãe" perfeita, o que não é realista e provoca estresse.

Ter sentimentos de perda - perda de controle, perda de identidade (quem era antes do bebê), perda da silhueta magra.

Ter menos tempo livre e menor controle sobre o tempo. Ter que ficar dentro de casa por períodos mais longos e menos tempo para passar com o pai do bebê.

Como é o tratamento da depressão pós-parto?

É importante saber que a depressão pós-parto tem tratamento e irá embora. O tipo de tratamento depende do quanto severa é a depressão pós-parto. A depressão pós-parto pode ser tratada com medicação (anti-depressivos) e psicoterapia. Mulheres com depressão pós-parto geralmente são aconselhadas a entrar em grupo de suporte para conversar com outras mulheres que estão passando pela mesma experiência. Se a mulher estiver amamentando, ela precisa conversar com seu médico sobre o uso de anti-depressivos, já que alguns desses medicamentos podem afetar o leite materno e não devem ser usados.

O que posso fazer para cuidar de mim mesma se tiver depressão pós-parto?

A boa notícia é que, se você tiver depressão pós-parto, há algumas coisas que pode fazer para cuidar de si mesma:

O bom e velho descanso. Sempre tente tirar uma soneca quando o bebê dormir.

Pare de colocar pressão sobre si mesma para fazer tudo. Faça o quanto puder e deixe o resto! Peça ajuda para o afazeres domésticos e alimentação noturna.

Não fique muito tempo sozinha. Vista-se, sai de casa e dê uma curta caminhada.

Passe algum tempo sozinha com seu companheiro.

Converse com seu médico sobre o tratamento. Não fique constrangida em falar sobre suas preocupações.

Converse com outras mães, de modo que possa aprender com suas experiências.

Entre em um grupo de suporte para mulheres com depressão pós-parto


FONTE:http://www.copacabanarunners.net/pos-parto.html




Não sei pq isso tinha que acontecer comigo...mas aconteceu!

Tentei esconder ou mesmo disfarçar esse problema de todas as maneiras que eu pude, mas infelizmente cheguei no meu limite e hoje venho através desse post fazer um desabafo e contar um pouco desse desafio que é a tal da depressão pós parto... visto por muitos como frescura ou coisa de gente fraca, mas tenho certeza que esse não é o meu caso.
Aliás não é frescura e muito menos coisa de gente fraca...simplesmente acontece e te derruba se você não tiver coragem pra pedir ajuda.
Eu quase surtei um dia desses e foi aí que me dei conta do quanto eu precisava buscar ajuda médica, pois realmente sozinha não há como resolver esse problema.
Tudo começou logo que a Sophia nasceu , a princípio eu achei que tudo que eu estava sentindo era normal, que aquela tristeza, medo, insegurança,vontade de chorar, falta de apetite, ec... era por conta do cansaço e toda aquela transição de papéis que a maternidade traz consigo.
Bem pra resumir cinco meses e 15 dias se passaram e o quadro só piorou.


Procurei ajuda e comecei o tratamento...sinceramente tudo que eu mais quero é sentir alegria por viver a maternidade e estou confiante com o tratamento,os dias não tem sido fáceis...
Tenho um marido que me ama e uma filha linda e sem dúvidas isso é motivo de muitaaaaaaa felicidade, sou grata por minha família!

Resolvi desabafar por várias razões, uma delas é que tava cansada de fingir estar bem e também pq acredito que isso possa ajudar alguém que esteja passando por algo parecido e informar as pessoas sobre esse problema, uma vez que ngm está imune.
26 de fevereiro de 2010

Finalmente tomei coragem e hoje vou me consultar com um Psiquiatra...pois é...
Relutei muito pra fazer isso, mas talvez eu tenha chegado num ponto em que realmente preciso de ajuda médica.
Acho que o nome Psiquiatra dá medo...parece coisa de gente louca não é?
Bem de fato é quase isso rsrsrsrsr

Descobri que a palavra Psiquiatria deriva do Grego e quer dizer "arte de curar a alma"

Assim soa melhor do que médico de louco né?

Estou com depressão pós parto e por isso tô buscando ajuda médica :/
Depois volto aqui e compartilho esse momento difícil...tudo vai dar certo e ficarei bem!
22 de fevereiro de 2010






Aos Olhos do Pai
Diante do Trono
Composição: Ana Paula Valadão

Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você nao vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você nao vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais

Aos olhos do Pai
Você é uma obra prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você nao vi jamais
Princesa...
Aos olhos do Pai
17 de fevereiro de 2010

Hj mais do que nunca acordei sentindo a falta da minha mãe...talvez ela nem imagine o quanto sinto a falta dela!
É muita, muita , muita mais muitaaaaaaaaaaaaaa saudade!
Gastaria linhas aqui pra falar dessa saudade, mas falar pra que né?
Saudade não dá pra explicar...só sei que é um troço que dói demais!

Adoro esse texto do Miguel Falabella...traduz exatamente como me sinto.

Saudade

Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa,
dói morder a língua,
dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade de um filho que estuda fora.
Saudade do gosto de uma fruta que
não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu,
do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida
é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem
se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade,
mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem
vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se
menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe
como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando
num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa
daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista
como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa
daquela mania de estar sempre ocupada;
se ele tem assistido às aulas de inglês,
se aprendeu a entrar na Internet
e encontrar a página do Diário Oficial;
se ela aprendeu a estacionar entre dois carros;
se ele continua preferindo Malzebier;
se ela continua preferindo suco;
se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;
se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor;
se ele continua cantando tão bem;
se ela continua detestando o MC Donald’s;
se ele continua amando;
se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer
com os dias que ficaram mais compridos;
não saber como encontrar tarefas
que lhe cessem o pensamento;
não saber como frear as lágrimas diante de uma música;
não saber como vencer a dor
de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro,
e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz,
e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos.
É não querer saber se ele está mais magro,
se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama,
e ainda assim doer…
Saudade é isso que senti
enquanto estive escrevendo
e o que você, provavelmente, está sentindo
agora depois que acabou de ler.



É mãe sinto saudade demais...te amo muito!

Abril chega logoooooooooooo....vou ver minha mãe!